Salto do Apucaraninha

Pra quem não sabe, moramos no interior de SP, na cidade de Assis, bem próximo à divisa com o estado do Paraná.  Londrina é uma das maiores cidades paranaenses e fica a 120km de nossa cidade. Então, por ser uma cidade grande, apesar de ser em outro estado, frequentemente vamos pra lá, seja a passeio ou a trabalho.

E não é de hoje que a gente ouvia falar desse tal Salto do Apucaraninha. Como assim, uma das maiores cachoeiras do Paraná fica em Londrina e a gente não conhece?

Chegou um momento que não deu mais. Na primeira oportunidade que tivemos não perdemos a chance. Fomos pra Londrina a trabalho durante a manhã e aproveitamos a tarde livre pra esticar até lá.

O Salto do Apucaraninha é uma cachoeira de 116m de altura localizada no rio Apucaraninha, afluente do rio Tibagi, dentro da Reserva indígena Apucaraninha. Por estar dentro de uma reserva indígena, a recomendação sempre é conversar com a Funai a respeito. Simplesmente ligamos na Funai em Londrina, nos passaram o telefone do responsável na aldeia, avisamos que estávamos indo e não tivemos problema. Mas também não apareceu ninguém pedindo alguma autorização. Como é extremamente fácil, bastando um telefonema, não custa né? Os Telefones estão logo abaixo.

Funai Londrina – (43) 3329-3080

Natalino (responsável na Reserva) – (43) 99104-3129/ 99104-3140

 

No topo da cachoeira existe um mirante de onde é possível admirar toda a beleza da queda, como da região abaixo dela… Acima da cachoeira, uma represa da usina hidrelétrica Apucaraninha. Toda a área em volta é cercada, então não recomendamos ultrapassar os limites.

O acesso é bom para qualquer veículo. somente em dias de chuva e com barro é que pode ser um problema por se tratar ser região de terra roxa. Forma um barro muito liso e que gruda muito.

Abaixo, os links com rota GPS e vídeo de nossa passagem por lá!

      

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *