Guincho Elétrico. Instalamos um na nossa Pajero TR4

Se tem um acessório que a gente sempre quis instalar no nosso carro é o guincho elétrico!

É um equipamento indispensável para quem, como a gente, necessita transitar por terrenos onde as condições de tráfego são difíceis ou totalmente desconhecidas. Além disso, quase sempre andamos sozinhos por aí, e nessa situações mesmo um atolamento simples pode levar horas para desatolar sem um guincho.

Mas não é um equipamento barato, precisa de algumas modificações no veículo, e por isso a gente sempre deixava pra depois. Mas como estamos programando uma nova expedição para a região central do Brasil, decidimos que não iríamos arriscar mais!

Pesquisamos bastante sobre qual modelo comprar, e optamos por um modelo com capacidade de 9000 libras (4080kg), quase o dobro que o peso total do nosso veículo carregado. Isso é mais que suficiente pra gente. Muita gente opta por guinchos maiores, de 12mil lbs ou mais, mas achamos que se não tem necessidade seria só gastar dinheiro a mais e carregar mais peso morto no carro.

Existe opção também de utilizar cabo sintético em vez de cabo de aço. Existem algumas vantagens em se utilizar o cabo sintético, e a principal delas é o peso do conjunto. Mas como no nosso caso o uso será muito eventual, optamos pelo tradicional cabo de aço mesmo, que é muito mais barato que o sintético.

O guincho elétrico em si é relativamente fácil de instalar. Mas no caso da TR4, como em muitos outros veículos com parachoque original, precisamos retirar toda a capa plástica do parachoque, instalar uma mesa (ou berço) compatível com o veículo, fazer as adaptações no parachoque… É bastante trabalho, e sem alguém com experiência pode ser bem complicado.

Compramos a mesa do pessoal da Na Lama 4×4 e combinamos que eles mesmos fariam a instalação pra gente.

Não tem muito o que comentar da instalação, melhor mesmo é mostrar um vídeo da quantidade de trabalho para conseguir um bom resultado!

Claro que não queremos ficar atolados pra testar o guincho, mas esperamos que caso isso aconteça, que possamos agora contar com mais esse recurso em nossas expedições.

Veja o video no youtube: